Av. Dom Pedro I, 392, Edf. Capital Center, Sala 409, Centro, João Pessoa-PB, 58.013-020 - Brasil

Telefone: +55 83 4141-1807

Celulares: +55 83 98845-6014 (WhatsApp) | +55 83 99696-5273

E-mail: contato@pedropereira.adv.br

© PP Advocacia | Todos os direitos reservados.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon
  • Twitter Clean
  • White LinkedIn Icon

Áreas de Atuação

 

 

O Escritório atua preventiva e contenciosamente, em defesa dos interesses de seu constituinte. Preventivamente, avaliam-se os riscos atinentes às atividades desenvolvidas pelo constituinte, com base em que se propõem medidas para minimizar as chances de um contencioso e, caso alguma ação venha a ser interposta, maximizar as chances de ganho de causa em favor do constituinte. O campo contencioso, por sua vez, é destinado àquelas pessoas que já possuem processo administrativo ou judicial em trâmite ou que necessitam socorrer-se da respectiva esfera em defesa de seus direitos.

Direito Administrativo e Tributário 

O Direito Administrativo é o ramo do direito público que disciplina a função administrativa, bem como pessoas e órgãos que a exercem; ou então o conjunto de normas e princípios que, visando sempre o interesse público, regem as relações jurídicas entre as pessoas e os órgãos do Estado e entre este e as coletividades a que devem servir. São da alçada, portanto, questões como licitações, agentes públicos, concessões e permissões, atos normativos, concursos públicos e processo administrativo disciplinar (PAD). 

 

Ao Direito Administrativo cumpre preencher as lacunas eventualmente existentes nos ramos especializados do direito público; daí que é considerado o direito comum do direito público, tal como o ramo civilista é para o direito privado. Essa relação explica a afinidade entre o Direito Administrativo e outros ramos do Direito, em especial o Direito Tributário, que, de resto, aproveita toda a base principiológica do Direito Administrativo. O Direito Tributário é constituído pelo conjunto das proposições jurídico-normativas que correspondam, direta ou indiretamente, com o exercício da função administrativa de exigir tributos; é dizer, de instituição, arrecadação e fiscalização de tributos. São de sua alçada os diversos institutos relacionados ao cumprimento da obrigação tributária, como o parcelamento, a moratória, a anistia e a isenção, além das implicações da infração à legislação tributária, quais sejam, a cobrança do tributo não adimplido e as sanções administrativas e penais dali decorrentes.

 

Em Direito Administrativo e Tributário, atuamos em assessoria e consultoria jurídica a entidades e órgãos públicos e em medidas administrativas e judiciais aos particulares em geral.

.