Buscar
  • Emerson Erivan de Araújo Ramos

A importância dos laudos periciais na Lei de Drogas


Em postagem anterior, vimos o que é droga para fins penais. Agora, chegou a hora de ver a importância dos laudos periciais para a comprovação de que o objeto material da conduta é, de fato, uma droga. Isto é, de que a substância apreendida se encontra na Portaria 344/98 da ANVISA. Afinal, um pó branco pode ser tanto cocaína quanto talco. E transportar talco não é, sob nenhuma hipótese, uma conduta penalmente típica.

A Lei 11.343/2006 (Lei de Drogas) afirma em seu art. 50, § 1º: “Para efeito da lavratura do auto de prisão em flagrante e estabelecimento da materialidade do delito, é suficiente o laudo de constatação da natureza e quantidade da droga, firmado por perito oficial ou, na falta deste, por pessoa idônea”. E no § 2º diz: “O perito que subscrever o laudo a que se refere o § 1º deste artigo não ficará impedido de participar da elaboração do laudo definitivo”. Assim, vê-se que o laudo pericial é indispensável para a prisão quando a droga é apreendida. Esse laudo, por sua vez, pode ser de dois tipos: o provisório (ou preliminar) e o definitivo (ou exame toxicológico).

O laudo preliminar serve para: i) atestar a materialidade do delito; ii) fundamentar o auto de prisão em flagrante (APF); e iii) sustentar o oferecimento e recebimento da denúncia. Isso porque uma pessoa pode ser presa e denunciada apenas se houver um laudo (preliminar) atestando que a substância negociada, ofertada, guardada etc., tratava-se verdadeiramente de uma droga.

Porém, via de regra, esse laudo provisório não é suficiente para a condenação de uma pessoa, um vez que (como o próprio nome diz) esse laudo não é definitivo sobre a constatação da materialidade do crime. Pela natureza precária do laudo preliminar, o STJ vem decidindo que a condenação sem o laudo definitivo é causa de nulidade absoluta.

Emerson Erivan de Araújo Ramos é Professor de Direito Penal e Processual Penal, mestre em Ciências Jurídicas pela Universidade Federal da Paraíba (PPGCJ/UFPB) e doutorando em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (PPGS/UFPB).

Para saber mais sobre o tema e entender como essa tese pode ser cobrada em concursos públicos ou utilizada em prol de seu cliente, inscreva-se em nosso curso de Atualização em Lei de Drogas.

RESUMO DO EVENTO

Curso: Atualização em Lei de Drogas

Ministrante: Emerson Ramos

Data: 25 de outubro de 2019

Local: UNICORP - Rua João Amorim, 256, Centro, João Pessoa-PB

#DireitoPúblico #DireitoPenal #LeideDrogas #LaudoPericial

Av. Dom Pedro I, 392, Edf. Capital Center, Sala 409, Centro, João Pessoa-PB, 58.013-020 - Brasil

Telefone: +55 83 4141-1807

Celulares: +55 83 98845-6014 (WhatsApp) | +55 83 99696-5273

E-mail: contato@pedropereira.adv.br

© PP Advocacia | Todos os direitos reservados.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon
  • Twitter Clean
  • White LinkedIn Icon